535

O Vento

O vento criança
Que brinca com as folhas
Fazendo-as dançar,
Que inebriadas, com ele
querem voar.

Voam, voam e
me façam sonhar.

O vento sussurra,
Conta estórias a quem quiser ouví-las
O vento que canta a canção de ninar,
Que encanta,
Que assusta,
Que espanta.

Vento que acaricia o rosto da menina,
Que beija o corpo da mulher,
Que arrepia.

Vento, vento que por minha moradia passa,
Revolta,
Revolve,
Rodopia,
Derruba,
Sacode a poeira
E segue viagem.

E convida:
Quem quiser é só embarcar
e seguir nesta jornada sem rumo
Como a folha dourado do outono.
Voar, sonhar, viver.

Marcia Weber Martins
19.10.2015

Advertisements